24 de março de 2011

Homem invisivel
Sem ouvidos dados
Simplesmente sem cor
Muito menos sabor
Sem voz ou olhos
Em um mundo de emprestados
De relações diplomaticas;
Produção em massa de pessoas
Milimetricamente iguais
Vendidos nas esquinas intocaveis
Em suas embalagens plásticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário