14 de setembro de 2010

Doar até doer,
Não que doar doa
Mas se ninguém repõe
Doar perde prazer
Doer tomaria lugar
Do sentimento de completo
De quem já não tem o que dar
Por não ter quem doe.



2 comentários:

  1. É engraçado, pq eu fico meio sem ter o que comentar, mesmo tendo ficado reflexivo. É complicado comentar obra pq cada um recebe com um sentimento, uma vida, e interpreta com a sua particularidade.

    Mas doou seu tempo, e contribuiu para pensarmos um pouco mais... abs

    http://apenas-daniel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o poema!!! Parabéns pelo blog. Abraço.

    ResponderExcluir