16 de setembro de 2010

Ah! Se eu soubesse fazer poema,
Não gostaria de escrever sobre grandes coisas
Apenas rimar detalhes destes que me pego observando
Sem mais nem menos
Que me faz desligar e ficar quieto, simplesmente mudo,
Por boa parte das pessoas não se importarem com coisas pequenas.


Cada um tem sua maneira de interpretar
Prefiro guardar meus pequeninos olhares
Tão subjetivos que só fazem sentido para mim,
Tão sinceros ao meu olhar por fazer parte de minha verdade
Me simpatizo com o ponto de vista oposto
Apenas não acostumo quando não enxerguam os detalhes,
Que para mim os guardo como grandes coisas
e as trato como as que mais importam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário