6 de março de 2010



Pobres cartazes amarelados colados nas paredes, inutilmente gritando para as ruas, competindo com as informações visuais da avenida comercial, avisando coisas passadas como eventos que já nem existem, quanta parafernália cobrindo as paredes, tampando as tinturas e mesmo menos coloridas, totalmente desbotadas, inteiramente ultrapassadas, com informações desgastadas pelo tempo insistem em chamar atenção de quem passa, consegue fazer com que eu leia mesmo passando todos os dias pelo mesmo local e sabendo ao pé da letra tudo o que diz, meus olhos se perdem entre o velho e o novo, os contrários se misturam na mesma paisagem, já não separo por datas para mim sempre é novidade e sei que todos os dias automaticamente irei rele-los.

5 comentários:

  1. Oi gui, quem é vivo aparece vim visitar seu blog, mas uma duvida o que quer dizer a palavra parafernália? rsrrs aguardo respostas, nao quis procurar no dicioanrio quero ouvir de vc rsrsrs, soparater certeza sevc sabe mesmo uiaaaa

    ResponderExcluir
  2. É ... são parte da confusão visual urbana. Pelo menos vc olha para eles com algum senso poético... :)

    ResponderExcluir
  3. Olhando para essa imagem, dá vontade de ir lá e arrancar tudo, para ficar limpinho... o seu texto é bem criativo. valeu!

    ResponderExcluir
  4. Oi Simone,
    Parafernália são os instrumentos usados por uma profissão para fazer seu trabalho, no caso ai, do "marketeiro", onde os cartazes são o seu instrumento tentando atingir quem passa, mas na verdade o sentido do texto é mais simples é de tralha, coisa ...
    Que legal que passou pelo blog \o/. Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Olhando para essa imagem, dá vontade de ir lá e arrancar tudo, para ficar limpinho. [2] Sei lá, não deu uma aparência muito legal para o lugar não.

    ResponderExcluir